img imprensa1

Morre José Lauro de Araújo Ramos, Professor Emérito da Medicina

Morreu no dia 16 de abril, José Lauro de Araújo Ramos, Professor Emérito da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP).

jose lauroO professor José Lauro graduou-se em Medicina pela FMUSP na 45ª turma, em 1954, tendo realizado a seguir residência médica no Hospital das Clínicas (HC) até 1956. Especializou-se em prematuros na França. Foi o primeiro Professor Titular de Pediatria Neonatal pelo Departamento de Pediatria da FMUSP, importante referência de conhecimento científico em Pediatria, pesquisador e pioneiro no desenvolvimento da Neonatologia no departamento e no Brasil.

Ao longo de suas atividades acadêmicas no Departamento de Pediatria, também exerceu cargos administrativos, como a chefia do Berçário Anexo à Maternidade do Hospital das Clínicas e de diretor do Serviço de Pediatria Neonatal do Instituto da Criança.

Uma edição especial do boletim do Instituto da Criança (ICr) relembra sua trajetória.

Fonte: Jornal da USP, com informações da Assessoria de Comunicação da FMUSP, 16/4/2018.

Comunicado: Manifestação sobre a CPI da Fosfoetanolamina

O Conselho Deliberativo do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, ao tomar ciência do relatório final da CPI da Fosfoetanolamina, vem a público informar que:

- a pesquisa foi demandada e financiada pelo governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Estado da Saúde, para que fosse conduzida pelo Instituto do Câncer do Estado de São Paulo, o que foi pronta e rigorosamente atendido pelo referido Instituto;

- a pesquisa foi realizada de acordo com os mais exigentes protocolos científicos nacionais e internacionais, dentro dos mais elevados padrões éticos e científicos adotados pela Faculdade de Medicina da USP e pelos órgãos reguladores de pesquisa clínica do Brasil. A pesquisa foi acompanhada por diferentes instâncias, como a Comissão de Ética e Pesquisa da FMUSP e a Comissão Nacional de Ética em Pesquisas (CONEP).

- foram os resultados da pesquisa, que demonstraram não haver benefício clínico com o uso da fosfoetanolamina, e, portanto, no interesse dos próprios pacientes, que levaram à suspensão da inclusão de novos casos no estudo;

- nesse sentido, reiteramos o total apoio ao professor Paulo Hoff, investigador principal da pesquisa, que sempre, e mais uma vez, seguiu as exigências éticas e o mais absoluto rigor científico, como, de resto, tem feito ao longo de toda a sua carreira, com reconhecimento dos maiores centros de oncologia nacionais e internacionais;

- durante todo o tempo, o ICESP adotou uma postura de transparência, para que os estudos pudessem ser acompanhados e verificados durante sua realização;

- vale ressaltar, mais uma vez, que o ICESP conta com uma renomada equipe de profissionais especialistas em pesquisa clínica, reconhecida nacional e internacionalmente justamente por seu rigor e mérito científico e elevados padrões éticos, que busca diuturnamente o melhor para os pacientes oncológicos, como atestam as pesquisas realizadas com os próprios pacientes, seus familiares e a comunidade científica. Por tudo isso, possui acreditações nacionais e internacionais e foi reconhecido pela população, em pesquisa de satisfação com usuários do SUS, como o melhor hospital público da cidade de São Paulo;

- mais uma vez, em nome da transparência e do interesse público, a instituição se coloca à disposição para fazer quaisquer esclarecimentos que forem necessários.

Conselho Deliberativo do Hospital das Clínicas da FMUSP

CSS Internas